fbpx

Sites responsivos tem prioridade no ranking do Google

Se o seu site ainda não é responsivo, está na hora de mudar! E se você não está sabendo do que estamos falando fique tranquilo. É só ler o nosso artigo “Afinal, o que é um site responsivo?” para entender.

O Google prioriza sites responsivos em seu ranqueamento, ou seja, os sites que são adequados a tecnologia mobile estarão no topo dos resultados de pesquisa, enquanto os que não são estarão rankeados mais abaixo.

Isto está acontecendo porque há uma tendência cada vez maior do uso de dispositivos móveis do que computadores. Os usuários usam cada vez mais smartphones e tablets para procurar informações e produtos na internet.

Dentre os usuários da web, 89% utilizam seus celulares em busca de informações, serviços e produtos de empresas locais. Cerca de 30% dos consumidores brasileiros efetuam compras por dispositivos móveis e 32% dos usuários se sentem frustrados quando um site não é exibido adequadamente em dispositivos móveis. A experiência que um site dá para o usuário é muito importante.

O Mobile Friendly torna a navegação do usuário mais agradável, sem ter que fazer movimentos de pinça para ver o conteúdo do site, navegar com rolagem horizontal e outros incômodos.

O algoritmo de ranqueamento de sites responsivos vale apenas quando a pesquisa é feita por dispositivos móveis. A busca mostra não só sites, como também aplicativos que contemplem o requisito de ser responsivo.

O bom posicionamento no resultado de busca do Google é fundamental, os usuários tendem a clicar os primeiros resultados exibidos.  Páginas de pesquisas que são boas para o meio que as pessoas estão usando são priorizadas e atraem mais leads.

Fonte:

http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2015/04/google-passa-esconder-sites-descalibrados-com-o-mundo-movel.html

https://noticias.terra.com.br/dino/por-que-o-google-mudou-a-forma-de-fazer-negocios,ece35e2183142e426ba4c2c2ded550d6wjrkpy0h.html

https://www.agenciaslim.com.br/10-motivos-para-criar-um-site-responsivo/

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais e comente o que achou.

Compartilhe esse post

Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *