fbpx

Investimento em e-commerce: Quanto custa abrir uma loja virtual?

Hoje em dia, é difícil encontrar uma empresa que não conte com um e-commerce. Isso porque é por meio dele que vendas são feitas e novos clientes são conquistados.

Mais de 3 bilhões de pessoas utilizam a internet todos os dias. Imagina, então, sua empresa podendo ser acessada por essa quantidade de pessoas. Não tem como fugir. Se você não estiver na internet, você vai estar perdendo clientes.

A grande questão ao ter o interesse em fazer parte das centenas de empresas presentes no meio digital é: quanto custa abrir minha própria loja virtual?

Vamos lá, você deve estar imaginando que abrir um negócio como esse é bem caro, não é mesmo? Porém, montar uma loja virtual não é um investimento caro. Aliás, é menos do que o de uma loja física.

Vamos entender como funciona, ao certo, este tipo de negócio e como ele pode ser bem mais fácil do que você imagina. Que tal?

É importante que você determine os custos do seu e-commerce

Não existe empresa que se configure na internet sem um plano de gastos. Na verdade, nada que você vá fazer e precise investir acontece sem que seja determinado o plano de custos.

Então já comece o planejamento dividindo os custos pelas inúmeras áreas que envolvem o negócio. Os custos, normalmente, são classificados como: custos estruturais e recursos de TI; custos operacionais e custos de divulgação.

O grande erro de quem inicia um e-commerce são as projeções e divisão de custos. Então, o que acontece é o empreendedor optar por investir mais em uma área e deixar outra sem os investimentos necessários. Não é assim que deve funcionar.

Faça um documento com todas as áreas do seu e-commerce e ali veja quais as estratégias para cada uma delas. Pesquise e determine o valor de investimento em cada uma delas. Os custos com a plataforma estão inclusos.

Gastos fundamentais com a divulgação

Até agora os custos foram baixos e sem nenhuma dificuldade. É nesta etapa que o investimento aumenta. A divulgação do seu e-commerce é a estratégia que mais se deve gastar.

Não adianta evitar esta etapa. Uma loja virtual que não tenha divulgação é uma loja sem força de mercado. Ou seja, está fadada ao fracasso.

Existem algumas estratégias que precisam ser impulsionadas para fazer seu negócio dar certo. Aposte no uso do SEO (Otimização de sites para ferramentas de busca), em links patrocinados (anúncios pagos no Google e outros canais), em e-mail marketing e nas redes sociais.

Esses métodos vão possibilitar para seu negócio uma ascensão na internet, ganhando volume de busca e engajamento orgânico. É fundamental conquistar a confiança dos clientes, principalmente nos primeiros meses de existência.

Essa confiança só se conquista com tempo e boas referências das páginas de pesquisa não é mesmo?

Fique tranquilo que o segmento da sua empresa não interfere na abertura de uma loja virtual. Uma empresa de etiquetas personalizadas, tubo galvanizado ou cabos elétricos, por exemplo, pode ter sucesso virtualmente desde que seja implementado de forma correta e consciente.

Compartilhe esse post

Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *