fbpx

A importância da medição de software em um projeto

Para um acompanhamento mais preciso em um projeto de software, é importante a medição de software, ou seja, obter métricas. Métrica é um método para definir se um sistema, projeto ou processo possui os atributos estabelecidos. Para calcular ou compor uma métrica, é necessário ter duas ou mais medidas. Medidas são avaliações em relação a um padrão.

Por exemplo, para ter a métrica de número de defeitos encontrados após a implantação, é necessário ter a medida do número de defeitos e a fase em que o defeito foi identificado.

Após serem definidos os processos que serão utilizados no desenvolvimento de um software, é possível definir quais métricas deverão ser adotadas para acompanhar o desenvolvimento do projeto e verificar se os critérios da qualidade estabelecidos estão sendo alcançados.

GUNNING (1962) define que métrica de produto ou software é uma característica de um sistema de software, documentação de sistema ou processo de desenvolvimento que pode ser medido.

Segundo AUER (2001), o papel do tracker é ser responsável por promover as informações para a equipe sobre o processo, utilizando as métricas mais adequadas para evidenciar os pontos a serem melhorados. Você se lembra do nosso artigo sobre metodologia Scrum? Nele dissemos que o Scrum Master é o responsável por ajudar todos os envolvidos, garantindo que o time esteja totalmente funcional e produtivo, e deve entender e manter a base do Scrum. Ou seja, o Scrum Master é o tracker.

As técnicas de medição de software podem ser classificadas de acordo com diferentes critérios, e é responsabilidade do Scrum Master considerar as possíveis classificações para atingir o resultado previsto.

 

Objetiva e Subjetiva

SATO (2007) definiu que o valor de uma métrica objetiva depende somente do objeto em questão, excluindo totalmente o ponto de vista do interpretador. Já a métrica subjetiva considera o ponto de vista do interpretador e o objeto em questão.

 

Quantitativa e Qualitativa

Segundo SATO (2007), a métrica quantitativa pertence a um intervalo de uma certa magnitude representada, na maioria das vezes, por um número. Isto permite que medidas quantitativas sejam comparadas entre si. As métricas qualitativas não são representadas por números, mas por palavras, símbolos e figuras.

A maioria dos estudos empíricos em Engenharia de softwares utilizam uma combinação entre métodos quantitativos e qualitativos, segundo SEAMAN (1999). A mais comum das formas de combinar estes dois métodos é a codificação, que extrai valores quantitativos de dados qualitativos para tratamento estatístico ou abordagem quantitativa.

Geralmente, uma métrica quantitativa é objetiva e uma métrica qualitativa é subjetiva como foi definido por SATO (2007). Mas isto não se aplica a todos os casos.

 

Organizacional e de Acompanhamento

As métricas organizacionais são métricas que medem o sistema como um todo. Também mede o quanto de valor o seu processo consegue entregar, utilizando a prática de Measure up. Essa prática utiliza uma medida de avaliação que não está ao alcance de qualquer sub parte do processo e incentiva a colaboração entre indivíduos de diferentes equipes, evitando a micro otimização que é quando apenas uma pequena parte é melhorada.

A métrica organizacional, também conhecida como métrica de avaliação, pode ser escolhida pelo cliente ou por quem deseja extrair algum valor do sistema. Mas isto diminui o número de métricas obtidas.

Conheça algumas métricas organizacional:

  • Cycle Time: Mede o tempo médio que o processo leva para atender uma nova requisição. Ela começa a contar com o cliente e só termina quando ele é atendido.
  • Métricas Financeiras: Justifica o investimento de projetos de software.
  • Satisfação do Cliente: Verifica se o cliente recomendaria o produto para outro cliente.

Métricas de acompanhamento são medidas internas da equipe que ajudam a melhoria do processo pelos ciclos de inspeção e adaptação. Estas métricas agregam dados não associados a nenhum indivíduo e a valores que estão sendo entregues. Conforme os ciclos ficam mais curtos e o processo evolui, outras métricas devem surgir e as antigas devem ser descartadas para a equipe seguir e buscar por melhorias continuamente.

 

Abordagem de métricas de medição de software

O processo de medição de software pode ser descrito como um conjunto de etapas que orienta a realização de medição, e é um fator crítico para se obter sucesso na medição de software, pois é responsável por direcionar as atividades a serem realizadas a fim de identificar tendências e antecipar problemas para melhor controle de custos, redução de riscos, melhoria da qualidade e, por consequência, alcance dos objetivos técnicos e do negócio.

Há quatro etapas no processo de medição:

  1. Definição das medidas: quais deverão ser coletadas, sempre considerando o objetivo a ser alcançado.
  2. Coleta de medidas: coletar as medidas definidas na etapa anterior.
  3. Análise de medidas: analisar detalhadamente a fim de verificar a consistência e veracidade das medidas coletadas na etapa anterior.
  4. Utilizar os resultados da análise para ações.

 

 

Fontes:

http://www.devmedia.com.br/kanban-scrum-caracteristicas-de-uma-boa-metrica-em-desenvolvimento-de-software/31135

 

 

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais e comente o que achou.

 

Compartilhe esse post

Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *